• Brasil | Alterar site
  • Contact
  • Add to My Content
  • Share

18/10/2016

Pioneira nessa iniciativa no Brasil, marca prioriza saúde dos profissionais

Cascola garante segurança profissional ao banir Toluol

Preocupada com a saúde dos profissionais, a Cascola – multissolução em adesivos e selantes pertencente à alemã Henkel – decidiu, em 2009, banir o Toluol (componente da “cola de sapateiro”) de seus adesivos de contato. 

Pioneira nessa iniciativa, a marca aplica um novo mix de solventes menos tóxico à saúde e ao meio ambiente em substituição ao Toluol, com a mesma qualidade e performance de colagem. A medida tem como objetivo oferecer mais segurança na linha de produção dos setores da construção civil, ferragista, madeireiro e sapateiro, sem esquecer dos consumidores finais.

Ao ser inalado, o Toluol pode afetar o sistema nervoso central – podendo causar problemas respiratórios, neurológicos e até levar à dependência química. Também estão associados à exposição prolongada a este solvente efeitos como sonolência, euforia, insônia, tremores, fadiga, debilidade muscular, perda de memória, entre outros. “Baseado nos malefícios e na meta de banir a substância, a Henkel trabalhou em pesquisas durante quatro anos na busca de uma solução que fosse capaz de garantir o desempenho do produto. Desde 2009, oferecemos ao mercado os adesivos de contato sem Toluol, com menor grau de toxidade”, explica Claudio Amadio, gerente da marca Cascola.

Além de não causar dependência química, as opções Cascola Extra e Cascola Tradicional sem Toluol oferecem alta força de colagem e secagem até três vezes mais rápida, o que garante mais agilidade no processo de produção, em comparação aos demais adesivos de contato. Versáteis e resistentes, os produtos são indicados para a colagem de lâminas decorativas, laminados plásticos, couro, lambris, folha de metal, tecido, além de diferentes tipos de materiais sintéticos sobre materiais de base como madeira, compensados, aglomerados, MDF, HDF, concreto, cimento e papelão.